Gato-do-mato-pequeno

Leopardus tigrinus

Família

Pertence à ordem carnivora e à família felidae. Carnívoros contém 240 espécies em 7 famílias. 2 não existem no novo mundo: hienas (hyenidae) e mangustos (viverridae). São divididos em duas sub-ordens: Canniformia (cães, ursos, guaxinins e doninhas) e Feliformia (gatos, mangustos e hienas). Todas as espécies comem carne, mas muitas são onívoras e algumas sazonalmente frugívoras.

Felinos são os mais especializados ao consumo de carne da ordem carnívora e, correspondentemente, tem a dentição especializada. Os felinos tem como característica o esqueleto adaptado para saltar, todos tem 4 dedos nas patas traseiras e cinco nas dianteiras, com o primeiro da dianteira não tocando o chão. Com exceção do guepardo, todos tem garras retráteis, que geralmente são recolhidas durante a caminhada, e portanto, se mantém constantemente afiadas. As marcas das garras quase nunca são visíveis nas pegadas dos felinos, algo que as diferencia das pegadas dos cães. Todos tem boa audição e excelente visão noturna. A superfície de suas línguas tem papilas que dão um aspecto de lixa, ajudando a raspar a carne das presas dos ossos e no processo de auto limpeza. Já o olfato não é tão bom como na maioria dos outros carnívoros, raramente ajudando na localização de presas, mas importante na comunicação entre indivíduos como na demarcação de territórios e usados por fêmeas para avisar machos que estão prontas para acasalar.

 

Características

É o menor dos gatos malhados da América do Sul, pouco maior que um gato doméstico, com 1,5 a 3,5Kg de peso, 38 a 55cm de comprimento e cauda de 22 a 42cm. Macho é um pouco maior que fêmea. Difícil diferenciar do gato maracajá, é um pouco menor e tem manchas menores e mais numerosas. Indivíduos melânicos não são incomuns, estimado em 20% de toda a população, concentrada em algumas regiões como Venezuela e sudeste do Brasil. Como em outras espécies pintas são visíveis em indivíduos melânicos.

 

Comportamento

Encontrados em diferentes tipos de florestas incluindo Amazônia, Cerrado, Pantanal, Caatinga, Mata Atlântica, e em Campos Sulinos. São solitários e noturnos, caçando no chão mas podendo subir em árvores. Dados sobre territórios são escassos mas estimado de 0,9 a 17,2kms.

 

Alimentação

Informação limitada sugere que dieta consiste principalmente de roedores, gambás, lagartos, aves e insetos. Indivíduo foi identificado com estômago repleto de jabuticabas.

 

Gestação

Não se sabe sobre reprodução em ambientes selvagens, mas em cativeiro gestação vai de 62 a 76 dias, quando nasce 1 a 2 indivíduos, normalmente apenas um.

 

Conservação

Habita do norte da Argentina à América Central. Longevidade pode exceder 17 anos .Classificado como vulnerável pela IUCN, é raramente observado e pouco estudado em estado selvagem. Nas décadas de 70 e 80 espécie foi abatida em grandes números para o comércio de peles, 84.500 apenas em 1983. Cerca de 24 peles são necessárias para fazer um único casaco de pele.